Maternidade

O desfralde

3 de August de 2015
SOCIALICON
SOCIALICON
SOCIALICON
SOCIALICON

Hoje é dia de falar sobre um assunto que muitos pais vem sofrendo  – O desfralde.

Eu sei que tem muita gente que prefere desfraldar a criança quando ela ainda tem um ano. Eu, particularmente, acho um absurdo e suuuuper falta de consideração com a criança.

Vou falar o porque…

Para começar, a criança deve entender o que vai acontecer, pois, para ela, é uma das maiores mudanças que ela vai sentir na vida (ainda!). Por isso, é muito importante a criança estar numa idade que ela entenda bem o que vai ser explicado – não adianta nada tentar explicar para uma crianca de 1 ano que ela não pode fazer xixi ou cocô na roupa, as vezes até no chão (vixi!). Desse jeito, vai ser ruim para todos, os pais e a criança. Pois esse processo pode demorar muito mais do que o normal e vai ter muito mais frustrações de ambos os lados.

É claro que cada criança é diferente, mas para ajudar essa fase terminar rápido e com sucesso, é preciso de muitas palavras de incentivo e motivação dos pais para a criança – mesmo que as coisas não estão indo muito bem, é sempre importante lembrar que o Pedro usou fralda por toda a sua vida e agora BooM, tem que se virar com uma simples cueca e lembrar de avisar que tem que ir ao banheiro ANTES da coisa acontecer. Imagina como deve está a cabecinha dele?

É importante também que, tudo seja explicado de forma descontraída, para a criança não terminar com nenhum “trauma”. Uma dica bem legal, é encontrar um livro infantil que fale sobre desfralde, e lê-lo junto com o filho, usando leitura de forma ilustrativa – por exemplo, “Olha a fralda do Joãozinho com cocô! Eca!! Ele já é um homenzinho, e já tá na hora dele começar a fazer cocô e xixi no pinico. Você não acha?!”, interagindo a criança na leitura e a deixando interessada no assunto.

Outra dica bem legal, é comprar as cuecas/calcinhas de personagens favoritos dos filhotes. Assim eles não vão querer sujá-los, né… 😉

Tem uma outra dica que é bem famosa para uns, mas não tanto para outros – a de dar um “brinde” para a criança cada vez que ela conseguir ter sucesso na ida ao banheiro. Esse brinde pode ser um pedacinho de biscoito (pequeno! Pensa quantas vezes ele vai comer esse biscoito por dia), ou apenas uma estrelinha num mural improvisado.

Como eu fiz com a Olivia

Eu comecei bem tarde a desfraldá-la. Esperei para que ela começasse a entender melhor, e quando ela começou a entender a gente melhor, eu engravidei do Theo. Esperei de novo, pois eu não queria que ela se assustasse, pois estava acontecendo muita coisa ao mesmo tempo, e também pelo tempo e energia que o desfralde iria nos causar. Para falar a verdade, eu comecei a fazer o desfralde nela – até então, era só conversa – a pouquíssimo tempo atrás. O Theu tinha feito 4 meses e eu já estava acostumada com a nossa nova rotina.

Ela por ter quase 3 anos, foi bem rápido. Ela nos entendeu desde o princípio. Dissemos a ela que, ela era já era uma mocinha, e que precisava fazer xixi e cocô no banheiro igual a mamãe e o papai. Comprei umas calcinhas da Minnie Mouse (a preferida dela), e ela só falava dessas calcinhas (risos), e também começamos a dar um “brindezinho”, que era uma pedacinho de biscoito integral, cada vez que ela conseguia ir a tempo. Pronto, ela amou a ideia e não tinha demorado nem uns 3 dias para ela conseguir nos avisar CADA vez que queria ir ao banheiro fazer xixi. Com o numero 2 foi mais complicado. Ela, simplesmente, detestava a ideia de ter que esperar no banheiro para sair alguma coisa. Tudo para ela era novo, e eu teria que a ajudar de alguma forma. Foi aí que eu coloquei ela sentadinha no vaso (junto com um suporte para os pés!!), e entreguei livros e brinquedos (que não conseguissem cair na privada!) e falei para ela esperar sair o benedito. Depois de poucas semanas, ela já estava 90% livre de fralda – 90% porque ela ainda dorme com fralda, mas aí já é outro post… 😉

Me contem sobre suas experiencias com o desfralde!! Quero saber o que vocês fizeram. 🙂

E se tiverem qualquer dúvida, jé só me perguntar que eu respondo com muito carinho.

image image

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *