Maternidade

Introdução Escolar – Dicas de como introduzir seu filho à instituição da melhor maneira possível.

23 de October de 2015
SOCIALICON
SOCIALICON
SOCIALICON
SOCIALICON

Olá mamães!!

Conforme o tempo passa criamos muito medo de perder nossos filhos de vista. Quando eles nascem temos o controle total deles, já que passamos quase 24 horas do lado deles por serem super dependente de nós. Acompanhamos cada desenvolvimento, cada momento.

Com o nascimento do Theo, decidi tirar minha licença maternidade por 1 ano inteiro (jamais fiquei em casa por tanto tempo). Isso me faz ter um contato extra com o Theo que, ele só tem comigo e com mais ninguém. Fico feliz por isso, mas também sei da importância que é ele ter contato com outros adultos e outras crianças da mesma idade. As vezes fica bem difícil dividir esse sentimento do EU QUERO e do É PRECISO FAZER.

Em Janeiro de 2016, volto aos estudos e deixo meu menino no berçário. Meu coração já está se despedaçando, mas eu sei que é a única solução, já que preciso voltar e pensar na minha vida profissional que também é muito importante para mim, e sei também que essa introdução é muito importante para o Theo como pessoa/criança/humano.

Existem muitas mães que pensam que deixar seus filhos em escolas/creches/berçários é o pior ato que uma mãe pode fazer com o seu filho, mas não sabem elas que esse ato vai estar salvando não só o interior dela (por conseguir mais tempo para ela), como estará salvando o desenvolvimento não só fisiológico como mental de seus filhos.

* Crianças aprendem mais com outras crianças do que com adultos as dizendo o que fazer.

– na fala; no andar; à comer; a tomar iniciativas sozinhas; a se tornar independentes; à demonstrar e controlar sentimentos; etc.

Como introduzir seu pequeno à uma instituição?

1. Não demonstre tristeza, insegurança para seu filho. Isso o fará na dúvida se realmente é algo bom para ele, o fazendo se sentir também inseguro. Uma das razões pelas quais crianças choram ao serem entregadas em instituições.

2. Prepare a criança antes dela começar na instituição, e a prepare também mesmo se ela já tenha começado. Converse com ela (COM EMPATIA) sobre a escolinha, pergunte sobre seus planos, com quem irá brincar hoje, a deixe com vontade de ir para lá. Faça-a se sentir feliz com a escola e com seus amiguinhos e professoras.

3. Em uma introdução é necessário que pelo menos um dos pais fica com a criança na escola nos primeiros dias.

Por exemplo: No primeiro dia ficarem apenas 1 hora para ver como a criança irá se comportar. A deixando sempre a vontade – o importante é saber como a criança irá ficar sem você, então é uma boa idéia você sair da sala de aula por um instante para ver esse comportamento. Depois do primeiro dia, ir levando conforme a criança, até ela se sentir segura de ficar sem os pais dentro da sala de aula, e ir a escola começar a ser uma rotina do dia a dia dela.

4. Faça a merenda com a ajuda dela. Isso irá fazer com que ela se sinta ansiosa para ir à escola comer sua merenda que ela ajudou à fazer. Criança adora se sentir independente.

5. Conheça outros pais dos alunos da escolinha. Mesmo que você não queira fazer amizade com eles, pelo menos tenha uma boa relação com os pais dos alunos (uma ótima idéia com os pais dos amiguinhos preferidos de seus filhos). Pode não demorar muito que eles irão se encontrar para brincar fora da escola.

6. Se mostre interessado com o desenvolvimento de seus filhos para as professoras. Pergunte a elas sobre o dia dos seus filhos.

7. Reconheça quando seus filhos fizerem algum desenho, arte, musica, atividade. Não reconheça/elogie apenas quando eles estão te mostrando, mas também procure saber na escola o que eles fizeram de novo e os elogie (mesmo se não estiver perfeito – e se você vê que seu filho precisa melhorar em algo, converse com as professoras longe de seus filhos e treine com eles em casa) os deixando com vontade de fazer de novo e bem feito.

Com essas dicas eu duvido que vocês terão problemas com a introdução de seus filhos às escolinhas.

Eu sei que é difícil, mas vamos parar de ser egoístas de querer nossos filhos conosco a vida toda e começar a pensar no que realmente é bom para eles; ficar em casa com medo do mundo ou crescer uma criança forte e independente com futuro de ser um homem/mulher de sucesso? Prometo para vocês, que se a educação foi a certa, seus filhos irão crescer exemplos de pais para seus netos. O segredo é ter EMPATIA, RECONHECIMENTO e SEGURANÇA NAS PALAVRAS.

Espero ter ajudado!

Beijinhos

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *