Família | Maternidade

O que eu aprendi ao ser mãe?

24 de November de 2015
SOCIALICON
SOCIALICON
SOCIALICON
SOCIALICON

Quando não temos filhos, nossos problemas estão em todos os lugares. Uma roupa que não serve é um problemaço, uns quilos à mais então… Uma unha quebrada é uma derrota, e um sábado em casa é depressão. Mas depois que nos tornamos pais, esses problemas são apenas dilemas pequenos, fáceis de serem resolvidos. Agora, nossos problemas são, dar uma assistência completa para os nossos filhos, os educar da melhor maneira possível, estimulá-los em seu desenvolvimento, dar a atenção que eles precisam, segurança, etc. Nossa vida muda por completa e não é uma vida fácil, mas dizem que, para buscar felicidade é preciso batalhar por ela, e em criar uma boa família/filhos é um ótimo exemplo disso.

 

Eu

Por mais que sempre quis ser mãe, e fui ser mãe bem nova (apenas com 22 anos), eu nunca soube como seria minha vida depois que tivesse filhos.

Eu sabia que tudo iria mudar bastante, mas na verdade eu não sabia em qual gravidade minha vida iria mudar.

Na gravidez da Olivia foi quando eu comecei a imaginar como minha vida iria ser. Fiquei com um pouco de medo (pouco é mentira!). Medo de várias coisas. Pensava muito sobre tudo – será que meu marido iria continuar me amando? Será que eu iria continuar o amando do mesmo jeito? Será que eu iria ter tempo para mim? E minha carreira? E meus amigos? Será que eu iria me transformar naquelas mães desleixadas, engordar, nunca mais fazer as unhas, me vestir bem, viver apenas para os filhos? Nossa, eram muitos os pensamentos, mas no final de tudo o que eu fiz mesmo foi parar de pensar nesses “serás” e decidi viver minha vida construindo planos mais importantes e concretos.

Na gravidez mesmo, comecei a mudar a importância dos dilemas da minha vida.

Meus aprendizados

1. Na gravidez:

  • Quando temos medo de perder algo, aprendemos a valorizar/apreciar melhor tudo o que nos faz ter esse medo.

  • Comecei a ter o conhecimento sobre o amor puro e verdadeiro por um filho.

2. No parto:

  • Soube do limite do meu corpo e de suas dores.

  • Dividi uma intimidade tão grande com meu marido que jamais me imaginei dividir com alguém.

  • Apesar das dores, fui capaz de não sofrer arrependimento algum em ter um parto normal, e sim seguir com o processo de coração cheio de amor e de esperança em ver meus filhos. O amor é tão poderoso que nos faz esquecer do perigo de uma dor forte e apenas continuar amando.

  • Nunca senti tanto amor na minha vida em ver e segurar meus filhos pela primeira vez. Era tanto amor que fazia me tremer, chorar, e fazer promessas a eles de uma vida muito amada ao mesmo tempo.

3. Os primeiros meses como mãe:

  • Apesar do cansaço, nunca pensei que seria possível sentir tanto amor dentro de mim. Amor pelo meu marido e amor pelos meus filhos.

  • Eu já amava muito meu marido antes de termos filhos, mas depois que nos tornamos pais esse amor mudou de maneira. Antes era um amor de homem e mulher e agora é um amor de homem e mulher, e entre pais.

  • Aprendi que dormir apenas 5 horas por noite é luxo.

 

4. Ao longo do tempo:

  • Hoje eu prefiro passar os fins de semana com a família do que com amigos.

  • Sei de tudo (quase tudo) sobre maternidade.

  • Consigo trocar uma fralda de olhos fechados.

  • Nunca pensei de ter tanta paciência na minha vida.

  • Agora eu sei que nunca vou ficar sozinha na minha vida.

  • Meus dilemas diários são: Dar segurança aos meus filhos; ajudar no desenvolvimento deles; nunca deixar de lembrar que além de mãe, eu sou mulher e uma mulher vaidosa; conseguir dividir meu tempo comigo, com a minha família, com os meus amigos e com a minha carreira.

  • Aprendi que nosso corpo é um “bicho” muito bizarro e maravilhoso que faz nos adaptar com novas rotinas da melhor maneira possível.

  • Por mais que eu já amava minha mãe antes, depois que me tornei mãe comecei a amá-la de uma maneira diferente. Como se agora sim eu sei o que ela passou e passa em ter filhos, e do amor que ela sente por mim e meus irmãos. Agora eu a entendo melhor.

  • Aprendi o significado do amor incondicional.

  • Apesar de cansativa, a minha vida é maravilhosa e não a troco de jeito algum.

Only registered users can comment.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *